Mulher e Fases da Moda

  No que tange à moda, pode-se dizer que esta é uma das melhores épocas para a mulher a viver, isto porque não existe ma...












  No que tange à moda, pode-se dizer que esta é uma das melhores épocas para a mulher a viver, isto porque não existe mais aquela rigidez de décadas passadas, onde "estar na moda", significa obedecer a padrões pré-estabelecidos.
  Até os anos 60, as mulheres para ser consideradas bonitas e elegantes e, para estarem na moda, precisavam ter cinturas super finas e seios pontudos, e não poupavam esforços para conseguir tais atributos. Usavam espartilhos e sutiãs acolchoados. Esses espartilhos eram feitos, acreditem, contendo em seu interior, barbatanas de baleia ou lâminas de aço, para mantê-los firme e impedir que enrugassem. E ainda haviam ilhoses  nas costas, de onde passavam longos cardaços, de cima até em baixo, puxados ao máximo para obter melhor efeito visual para a época.
  A moda pedia sais rodadas, vestidos com estampas de bolinhas e lencinhos na cabeça, combinando com o vestido.  Já no finzinho dos anos 60, começaram a aparecer a calças compridas chamadas "cigarretes", que eram bem justinhas e terminavam bem no meio da canela, o que não favorecia a todo tipo de corpo.



   Os anos 70 trouxeram a moda de "quem não estava nem aí para nada". A moda "largadona", despojada, técnicas de tie-dye , crochés, bordados, miçangas indianas exóticas, calças boca de sino, tudo muito colorido e estampado.
  Foi nos anos 70 que ganhou força a ideia de que o jeans para ser sofisticado, precisava ser gasto e desbotado. Tinha até um comercial de TV, com uma famosa marca de jeans da época, cujo jigle era:" desbote e perca o vinco".


  Os anos 80 bateu o recorde do exagero, pois para ser considerado moda, roupas, cabelos, maquiagens e acessórios, precisavam ir ao extremo. Cabelos eram cortados em várias camadas e os fios eram escovados para fora, de modo a criar o máximo possível de volume. A atriz Farrah Fawcett,  do seriado "As panteras", virou ícone e ilustra bem como era o perfil dos cabelos da época. A cantora Madonna também não deixou por menos.



  A novela Dancin Days sucesso retumbante em meados dos anos 80, levou jovens dos quatro cantos do país às discotecas e muitas garotas saiam às ruas, sem nenhuma cerimônia, com sandálias de saltos altos  meias brilhantes e super coloridas.



  A partir dos anos 90 com a definitiva e consagrada inserção da mulher no mercado de trabalho, a moda não pede outra coisa, além do mínimo.  A dupla ou até mesmo tripla jornada de trabalho em que a mulher se viu inserida não lhe dá tempo para tantas delongas.

  Queremos ser elegantes sem abrir mão do conforto, praticidade e também durabilidade das peças. Sustentabilidade e consumo consciente passaram a ser palavras de ordem.
  Por hoje é só. Espero ver vocês em breve. Um abraço. Tchau. Fiquem com Deus!

Você vai amar ler esses também:

0 comentários

Gostou? Compartilhe !!!

Pesquisar este blog