Coração de Mãe

Sempre  alguém lembra a grandiosidade do coração de mãe, quando quer comparar algo muito grande.  Sempre cabe mais um, igual a coração de m...


Sempre  alguém lembra a grandiosidade do coração de mãe, quando quer comparar algo muito grande.  Sempre cabe mais um, igual a coração de mãe, não é assim?

E também tem aquele ditado que diz: "Ser mãe é padecer no paraíso", mas já li em algum lugar um outro ditado que expressa com muita propriedade o que significa a maternidade: " Ser mãe é desfiar o coração, fibra por fibra".



Já pensou um coração ser desfiado, fibra por fibra, lentamente? O dor e o sofrimento que não deve ser?

E quantas mães não estarão sofrendo por estas horas! E por tantos e tão variados motivos. Motivos esses, nem sempre inevitáveis. 
Inevitável é falar sobre as mães, sem falar em sofrer, porque parece que esse é o verbo que mais se aproxima ao conceito de ser mãe. 

O que faz uma mãe sofrer é não poder fazer nada para evitar o sofrimento de seu filho ou de sua filha. 
É ver seu menino, sua menina partir, sem poder dizer até quando? Ainda o verei? Ainda a verei?
Mesmo que de longe? E esperar e esperar.

O amor de mãe espera a volta.

O amor de mãe é tão grande que, Deus ao anunciar seu amor para conosco, Ele o compara não ao amor de pai, mas ao de mãe. 

Vejamos:

" Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti.(Isaías 49: 15).

FELIZ DIA DAS MÃES!!!


Você vai amar ler esses também:

0 comentários

Gostou? Compartilhe !!!

Pesquisar este blog