Arts and Crafts ou Artes e Ofícios

Willian Morris foi um dos idealizadores do Movimento Arts and Crafts, ou no bom português, Artes e Ofícios. Esse movimento surgiu na Aleman...

Willian Morris foi um dos idealizadores do Movimento Arts and Crafts, ou no bom português, Artes e Ofícios. Esse movimento surgiu na Alemanha, sua terra natal, e prosseguiu até a Europa Ocidental e Estados Unidos, lá pela  metade do século XIX , chegando até a metade do século XX.
Pintor, poeta e reformador social, não se conformava em ver a crescente e acelerado ritmo com que os empregados tralhavam nas indústrias, o que, a seu ver, degradava  ser humano e descaracterizava e desvalorizava os objetos produzidos.

Talvez tenha sido por isso que, em 1840, Willian Morris, juntou-se a alguns amigos, igualmente idealistas e fundou a primeira fábrica de objetos decorativos, a Morris, Marshall, Faulkner & Co., mais tarde, Morris & Co.

  Casa Vermelha, localizado em Kent, Inglaterra sede do Movimento  
                                              
O que diria o bom Morris, preocupado com as más condições de trabalho de seus compatriotas, se vivesse aqui no Brasil, nessa mesma época, onde a escravidão corria solta, sem maiores complicações.

Essa empresa, era totalmente anti-industrial, usava métodos antigos de fabricação,  e tinha como meta valorizar o trabalho do artesão e elevá-lo ao status de artista. Para isso, o artesão tanto concebia quanto executava peças, que além de belas, precisavam ser úteis e financeiramente acessíveis, a fim de que todos, independente de classe social, pudessem adquirir obras de arte de bom gosto e qualidade.


A meu ver, Willian Morris foi o mais produtivo, dinâmico e versátil do grupo, projetava tanto casas, quanto papeis de parede, cerâmicas, quadros, luminárias, tecidos padronizados para decoração de interiores, porém não era difícil ver até vestidos confeccionados com seus belos motivos e estampas,  e inspirados na natureza, caracterizado pela riqueza de cor e detalhes.
                                                 E até letras para cartazes e livros.

                                     
Porém o que mais definiu o Movimento foi a arquitetura, que com seus princípios ditados mais para o funcional, privilegiando o estilo e os materiais locais, com edificações interagindo com a paisagem, o que ainda hoje representa um marco para os arquitetos de nossa época.

Bem, Willian Morris obteve sucesso mais pelo ideal do que pelo seu estilo e projeto, pois fracassou no sentido de promover a arte para as massas, já que suas obras, feitas com tanto requinte e esmero, acabaram por ficar bastante caras, inacessíveis portanto, para os pobres.

Valeu a intenção, Morris! 









Você vai amar ler esses também:

0 comentários

Gostou? Compartilhe !!!

Pesquisar este blog