O que esperar do curso de Designer de Moda

Pensei que depois de terminar o curso de Design de Moda , minha rotina ficaria mais tranquila e eu iria finalmente me sentir apta e segura o...

Pensei que depois de terminar o curso de Design de Moda, minha rotina ficaria mais tranquila e eu iria finalmente me sentir apta e segura o suficiente para exercer minha profissão de Designer sem problemas, mas o que aconteceu?


O impacto de ter que finalmente terminar o curso, algo tão esperado, foi muito traumático e, ao contrário do que deveria acontecer,  me deixou mais ansiosa e insegura do que de costume.
A começar pelos últimos dias de aula, quando vi minhas coleguinhas, as quais havia convivido por todo aquele tempo, sumirem furtivamente, cada qual seguindo seus próprios caminhos, em busca de seus sonhos.




 Eu sabia que isso já era esperado, porém não de forma tão abrupta. Foi só colocar meus pezinhos fora da sala de aula, na última prova, no último dia, e parecia que  um novo mundo se descortinava à minha frente e era como se todas as minhas vivências  começassem a se dissipar como nuvens ao vento.  Foi bastante traumático!

Mas, porém, contudo, entretetanto, como tudo nessa vida passa e a vida precisa continuar, respirei fundo e segui em frente, rumo a minha nova jornada de recém-formada! Isso foi em agosto de 2016!
Não satisfeita com os conhecimentos adquiridos ao longo do curso, me matriculei logo num curso de pós graduação na área de modelagens e criações e comecei uma nova etapa.





Mas, (não sei por que sou assim, sempre cheia de questionamentos e conflitos interiores), dos quinze meses do curso, oitos meses já se passaram e, mesmo assim, ainda acho que, pelo tanto que vejo que tenho que aprender, ainda não vai dar tempo suficiente para tanto, e só quero ver agora que curso é esse que vou fazer a fim de suprir essa minha demanda por informação. Ufa!!
As costuras, foco principal da decisão de recomeçar os estudos, foram ficando cada vez mais de lado, a ponto de quase zerar por completo!

No começo, me perguntavam: E uma costureira precisa estudar? E precisa estudar para ser costureira? 
É como se qualquer uma pessoa no planeta, sem aptidão nenhuma passasse a costurar como uma louca, partindo do nada, sabe?
E, não sei porque essa forma de pensar! Para se traçar um molde, cortar e costurar é preciso ter noções, nem que seja básicas, de matemática, geometria, anatomia humana, estética, desenho, raciocínio lógico e de... pasme, psicologia para entender algumas clientes que chegam sem saber o querem, ao certo.



Concluir o curso de Design de Moda foi super importante, pois me proporcionou conhecimentos abrangentes sobre disciplinas como metodologia do designer, sustentabilidade e meio ambiente, sociologia, ergonomia, história da moda, história do designer, história da arte, empreendedorismo, computação gráfica, modelagem computadorizada,desenho técnico e de observação,  entre outras disciplinas que não lembro agora, mas igualmente importantes.







Mas, o que me frustrou, não só a mim, mas o que observei em algumas colegas que também tinham uma outra percepção sobre o curso de Designer de Moda,  foram as atenções pouco voltadas para a oficina de costuras.
A modelagem em si e as costuras até que existiam, mas numa escala bem pequena. O foco principal não era formar costureiras, por isso se sua intenção for aprender a modelar e costurar roupas, é logo sugerido fazer um curso de técnico em costuras.

Parece óbvio, mas essa confusão permeiou a cabeça de muita gente que pretendia colocar mais a mão na massa e vi muitos desistirem por causa disso.
A história se repete no curso de pós-graduação. Estou acabando de crer que para aprender mesmo a costurar de verdade, ser uma expert é preciso mesmo, um talento nato, ou por outro lado, muito, mas muito erros e acertos, dedicação... ou como disse Thomas Edison: 1% de inspiração e 99% de transpiração. Quem sabe um dia, não renego esse negativismo e me aproximo do que venha a ser uma Designer de Moda num sentido mais amplo da palavra.

Valeu a pena estudar Designer de Moda? Valeu, mas  sabendo que terminado o curso, é quando começa uma outra longa e espinhosa jornada rumo ao sucesso e ao reconhecimento! Boa sorte!




Você vai amar ler esses também:

6 comentários

  1. Oi Vania. adorei ver um pouco de sua jornada. Suas dúvidas, acertos e principalmente a busca e desejo por mais conhecimento. Pelo que vi a caminhada ainda é longa, ou não acaba nunca. KKK. Boa sorte!
    E muito bacana partilhar estas dicas tão autênticas com quem está começando. Bjos.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Meire! Obrigada pelo apoio.s Sua opinião é muito importante. Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Uau, foi ótimo te ler, sua forma de escrever é tão inspiradora que me fez viajar no que descrevia. Realmente não é fácil quando terminamos algo, e imagino a dolorosa experiência de se despedir das companheiras( e pior das que não se despediu), mas fico tão feliz que já começou uma nova jornada, e como você tem talento, com todo o novo conhecimento que está adquirindo, vai ser uma profissional simplesmente sensacional!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina, Anninha! Bondade sua! Você foi a primeira a comentar no blog e não esqueço, viu?! Obrigada pelo carinho! Um grande abraço! Bj. Deus te abençoe!

      Excluir
  4. Isso tudo que você relatou costuma acontecer em cursos diferentes também Vania. O que percebo é que sempre temos que estudar, sempre haverá algo a mais para aprender. Tenho certeza que você já é uma ótima profissional, justamente por sentir essa necessidade de aprender mais. Adorei saber como foi essa sua jornada. Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Kaká! Pois é, menina, quando conclui o curso foi um misto de dever cumprido com sensação de ainda faltava muito para me tornar profissional, mas como você disse, acontece com todo curso. Estou continuando com os estudos. Obrigada! Bj!

    ResponderExcluir

Gostou? Compartilhe !!!

Pesquisar este blog