Um dia de Costureira

Você sabe como é um dia de costureira? Começa com um monte de tecidos, modelagens e os mais variados aviamentos.  Depois você separa e ob...


Você sabe como é um dia de costureira? Começa com um monte de tecidos, modelagens e os mais variados aviamentos.  Depois você separa e observa os modelos dos vestidos.
 Tenta imaginar como seria adaptar tudo àquilo, na maioria das vezes, desenvolvido para mulheres altas e esguias, se tornar uma realidade para as mulheres da vida real! Gente como a gente! E torná-los lindos, exatamente como sugere a imagem.

Posso lhe garantir que não é nada fácil! Mas nosso trabalho só vale a pena quando podemos desenvolver um projeto onde o que nos parece um sonho impossível, se materialize em algo aprazílvel e cause satisfação e felicidade na mulher, não importando idade, cor, clase social ou tamanho.

O desafio de hoje foi reproduzir o modelo dessa vestido abaioxo. Modelar, cortar e costurar um modelo cheio de recortes, não foi pácil. Foi sugerido pela cliente, que me mandou pelo whatzap, se for seu, por favor entre em contato, para que eu possa dar os devidos créditos:


Felizmente a cliente tem as medidas idênticas à da modelo. Porém note que o vestido é um pouco complicado. Depois de tiradas as medidas eu passei tudo para o papel:
Eu tentei fazer as curvas com as réguas, mas não sei porquê, prefiro fazer à mão livre mesmo que acho muito mais rápido. Veja como me compliquei toda. Na figura abaixo. Na parte de cima, ttentei a todo custo formar a curva perfeitacom a régua francesa, mas como vê, não deu certo.
Essas réguas cheias de curvas, chamadas inglesas ou francesas são muito úteis no começo de sua vida de modelista para fazer as mais variadas curvas, mas com o passar do tempo, voçê vai pegando o jeito e, daqui que lance mão da régua, já tem feito mil curvas. rsrsrsrsrsrs

Depois de desenhar no molde, recortar, nomear, numerar... para não perder as referências, vem a fase das adaptações:
Parece um pouco confuso, mas esse é apenas um detalhe da barra do vestido, que, como você pode observar na figura acima, é um pouco evasê.


Como se trata de um único vestido, reproduzido para uma única cliente, eu preferi ir cortando e costurando os pedaços aos poucos, para evitar confundi meu juízo com tantos pedaços. Por mais que se marque, numere, nomei, sempre há o risco de trocar as informações. Ainda mais quando se está cheia de problemas e afazeres...

Esse picotes precisam ser feitos sempre no meio das peças ou em algum ponto de encontro e é muito importante não esquecer dos picotes.
 Eles lhes dão maior segurança na hora da costura. Do contrário, confiando só no "olhômetro", como se diz por aí, a roupa poderá sair com um péssimo caimento, o que não é nada legal para uma boa profissional, não é mesmo?


Bem, eu ainda não terminei meu dia de costureira. O vestido já está quase pronto, mas ainda preciso modelar e costurar as mangas. Ainda apreciso ir para a máquina de costuras.
 Parei um pouquinho para tomar um cafezinho, descansar um pouco e... blogar, que é mais uma de minhas grandes paixões. 

Nem só de costuras vive um costureira. Se vocês quiserem, coloquem nos comentários se querem ver o vestido pronto. Prometo postar aqui.

Um abraço e fiquem com Deus!




Você vai amar ler esses também:

5 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Que linda saia amada eu estou aprendendo a fazer umas costuras pequenas! não sei! só sou curiosa, quem sabe eu um dia eu faça uma saia linda desta! beijinhosssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Rúbia! Vai treinando que você vai fazer nao só uma saia, mas muitas outras produções incríveis! Bjs.

      Excluir
  3. Eu queria tanto e tanto aprender a costurar, minhas avós e tias já trabalharam como costureira, quando eu visitava elas ficava louca pra aprender, mas já que não aprendi amo pedir algumas peças para costureiras de confiança. Essa peça é linda, bem justinha. Parabéns pela dedicação. Deus abençoe!
    Beijos (Ah e Muito Obrigada pela visita no Blog)
    Que legal, eu estava precisando e muito dessas dicas, minhas madeixas agradecem!
    Eu amei principalmente pelo valor do yamasterol (Ficando linda sem gastar muito kkk).
    Beijos
    http://princessddeus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Mas, se você quiser, sempre é um tempo para aprender, Isa! Minha filha também usa esse creme yamasterol. Já foi o tempo em que produto para ser bom, precisava ser caro. Obrigada pela visita. Volte sempre. Deus te abençoe. Bjs

    ResponderExcluir

Gostou? Compartilhe !!!

Pesquisar este blog