Um Pai que é mais do que uma mãe

"Será que uma mãe pode esquecer do seu bebê que ainda mama e não ter compaixão do filho que gerou? Embora ela possa se esquecer, eu nã...

"Será que uma mãe pode esquecer do seu bebê que ainda mama e não ter compaixão do filho que gerou? Embora ela possa se esquecer, eu não me esquecerei de você!"

Com essas palavras, nosso Pai que está no céu se dirigiu a todos nós, no Livro de Isaías, capítulo 49, versículo 15.  E isso é muito reconfortante, porque numa data comemorativa como esta,alusiva ao dia dos pais,  quando a maioria ressalta as qualidades de seus pais aqui na terra, ainda existe aqueles que, por um ou outro motivo, não podem contar com a presença de seu pai.

 Eu mesma sou uma dessas pessoas que viram seu pai partir para a eternidade muito precocemente, vítima dessa violência que assola não só nosso país, mas o mundo inteiro, em menor ou maior escala. Essa violência urbana não é tão exclusiva aos nossos dias. Se bem que, vá lá que seja,  tenha aumentado bastante. Não se pode negar.

Meu pai morreu no mesmo mês em que iria completar 50 anos.  Eu já ultrapassei essa idade, o que me dá a incômoda sensação de ser mais velha do que meu próprio pai!

 E ainda tenho alguns projetos pela frente.   E ainda sonho em criar uma empresa e alavancar minhas finanças, num futuro bem próximo, embora as circunstâncias da vida aliado ao peso da idade, tenham limitado meus esforços ultimamente.
imagem : dreamstime.com

Penso o quanto meu pai deixou de viver, não só por ter sua vida ceifada covardemente, tão cedo,  mas pelo seu próprio estilo de vida. Tímido, introspectivo e com pensamento para lá de pessimista. Cansei de chegar até a porta de seu quarto e vê-lo debruçado sobre a cama, a chorar suas mágoas, decepções e desventuras. Eu me afastava sem que ele me visse.

Doia muito ver meu pai, de quem eu, mais velha entre seis irmãos, dependia; de forma tão vulnerável e não poder fazer nada que pudesse ajudá-lo.

Vinte e oito anos se passaram após sua morte, e com muito sacrifício, tenho lutado contra mim, dia após dia, para não entrar no mesmo projeto de vida de meu pai, porque raro é o dia em que não me veja mergulhada nessa mesma nuvem de tristeza, decepção e desventura, que tanto torturaram meu pai naqueles longínquos e tenebrosos dias.

Mas, graças a Deus, até que estou melhorzinha, hoje. Nenhuma lágrima ainda escorreu pelo rosto. Mas teimam em chegar até meus olhos.
imagem: pixabay

Graças a Deus também porque, tendo ou não um pai aqui na terra, podemos nos alegrar por ter nosso Pai, que está no céu, e por saber que é Ele quem nos garante a vida e a Paz, que só Jesus pode dar.

Porque Jesus disse:
Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vô-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.João 14:27
Por que será que Deus, em sua infinita misericórdia, comparou seu amor, não ao amor de um pai, mas ao amor de mãe?

Porque está escrito no Livro de Isaías 49:15. Nunca é demais repetir:
"Será que uma mãe pode esquecer do seu bebê que ainda mama e não ter compaixão do filho que gerou? Embora ela possa se esquecer, eu não me esquecerei de você!"

Deus, nosso Pai, não só comparou seu amor a de uma mãe que amamenta seu filho, mas ainda ressaltou a possibilidade desta mãe vir a esquecê-lo e disse: Embora ela possa se esquecer, eu não me esquecerei de você!"
vania raposo
imagem:pixabay

Ter conhecimento dessa Verdade é muito libertador: E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:32

Se você tem seu pai por aqui ainda. Abrace-o, beije-o, se puder, presentei-o e lembre-se que também tem um Pai infinitamente mais acessível e amoroso, pronto para te abraçar.

Digo o mesmo para você, que, assim como eu, não tem mais seu pai presente.

Os versículos e as imagens foram colados e copiados da Bíblia On line.    Acesse e leia à vontade.

Feliz dia dos pais. Um abraço e fica com Deus!





 







Você vai amar ler esses também:

0 comentários

Gostou? Compartilhe !!!

Pesquisar este blog